Regional

Cesta básica passa a custar mais de mil reais, diz Procon Sp

Pesquisa do Procon-SP aponta que o valor da cesta básica do paulistano passou para R$ 1.094,80

Levantamento mensal feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela alta de 1,65% no valor da cesta básica do paulistano. O preço médio que em 31 de agosto era de 1.077,01 passou para R$ 1.094,80 em 30 de setembro.

O grupo Limpeza apresentou a maior variação, 4,78%. Alimentação teve alta de 1,62% e Higiene Pessoal, queda de 0,09%. A variação no ano é de 8,62% (base: dezembro/2020)

Os produtos que mais subiram foram:
Água Sanitária (litro) 14,83%
Frango Resfriado Inteiro (kg) 11,34%
Presunto Fatiado (Kg) 9,11%
Margarina (250g) 8,13%
Café em Pó (500g) 7,69%

E as maiores quedas foram:
Cebola (kg) -10,42%
Absorvente Aderente (com 10 unidades) -4,36%
Biscoito Maisena (pacote 200g) -3,58%
Carne de Segunda sem Osso (kg) -2,93%
Carne de Primeira (kg) -2,15%

Dos 39 produtos pesquisados, na variação mensal, 26 apresentaram alta, 11 diminuíram de preço e 02 permaneceram estáveis. Veja a pesquisa completa aqui https://www.procon.sp.gov.br/wp-content/uploads/2021/10/CB-SETEMBRO-2021.pdf

Variação anual

A pesquisa realizada regularmente pelo Procon-SP e Dieese aponta ainda que de setembro do ano passado para setembro desse ano o aumento foi de 17,70%. O valor da cesta básica era de R$ 930,19 e passou para R$ 1.094,80.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar