Castilho

Dono de antigos laboratórios da CESP solicita que prefeitura retire sucatas para reforma do local

Próximo de completar um ano que a prefeitura de Castilho vendeu os galpões que serviam como laboratório de hidráulica da antiga CESP, o local ainda mantém a frota sucateada do município. Isaias Raimundo dos Santos, novo dono, protocolou ofício desde fevereiro solicitando retirada urgente desses bens (veja cópia abaixo).

“Estamos procedendo a limpeza geral da área externa e os referidos galpões serão reformados para os fins que foram adquiridos. O início da reforma depende dessa retirada”, justificou o empresário em seu ofício.

Isaías quer abrigar outras empresas dentro dos galpões. Uma das primeiras a ser instalada é a Fort Rações (ração bovina), pertencente a um grupo Goiano, e que tem previsão para iniciar as atividades no município já em abril deste ano. A empresa deve gerar de imediato 15 empregos.

SUCATAS – Em um dos galpões há mais de 100 itens sucateados, tais como ônibus, vans, carros, ambulâncias, tratores e vários outros materiais pertencentes a Prefeitura de Castilho, mas já com baixa no patrimônio. Todos esses bens foram levados para esse local na gestão da ex-prefeita Fátima Nascimento.

O ex-secretário de Administração, Jorge Abdalla, informou à reportagem do site URUBUPUNGÁ NEWS que estes veículos estavam jogados no fundo do pátio do CIEC em 2016. Porém, estavam expostos ao tempo e com maior risco ao Meio Ambiente, bem como de proliferação da dengue.

Segundo o secretário, a ideia de levar as sucatas para os galpões foi armazená-los com mais segurança e ainda melhorar o visual do CIEC, mesmo porque não tinham mais uso e estavam todos condenados a leilão.

“Foi feito um inventário, processo licitatório e até assinatura do contrato com a empresa Atena Serviços de Apoio a Leiloeiros para organizar o leilão. Só estava faltando ela vir na cidade para fazer avaliação dos bens relacionados. Porém acabou a gestão e não deu tempo e infelizmente não sei dizer o porquê não deram sequência com o Leilão”, explicou Jorge.

Por meio da assessoria de imprensa, o prefeito Paulo Duarte Boaventura respondeu que o leilão vai ocorrer e que já está em negociação com o dono dos galpões para retirada das sucatas.

“Desde a Administração passada o antigo barracão de hidráulica da CESP acomoda ‘sucatas da Prefeitura’, ou seja, materiais e veículos em desuso e que não estão em condições de conserto ou aproveitamento por parte da Municipalidade. A atual Gestão trabalha, em conjunto com o novo proprietário do local, para dentro de prazo acordado entre as partes, retirar esse material e armazená-lo em local seguro. A Administração já tem relatórios e todo o material fotográfico destes bens e, inclusive, já existe processo licitatório para a venda dessa sucata”, concluiu  a nota.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar