Administração Paulo Boaventura (2021 -2024)

Paulo Boaventura e AEMS estudam implantar parceria para estagiários em Castilho

A ideia é que não existam custos para a municipalidade

O prefeito Paulo Boaventura e seu vice, Marcos Visual, receberam membros da Associação Educacional do Mato Grosso do Sul (AEMS), para estreitar os laços de uma futura parceria, que viabilizem a contratação de estagiários, sem onerar a municipalidade. Dentro os assuntos tratados, estavam a Agricultura Familiar, tema bastante recorrente nos questionamentos feitos ao Chefe do Executivo.

“Temos uma visão bastante ampla no que diz respeito a Agricultura Familiar. É uma área da nossa Administração que muito carece de atenção, e que nós trabalharemos com afinco e inúmeros projetos”, enfatizou o prefeito.

O professor Romulo Uendell, que esteve acompanhando a coordenadora do curso de direito, Daniela Borges, e a Coordenadora de pedagogia, Luziane Albuquerque, falou ao prefeito de uma parceria direta firmada entre a AEMS e alguns assentados em Castilho.

“Temos uma parceria em que nós auxiliamos o desenvolvimento do capim açu, que ajudou na melhoria da produção de leite, por exemplo. Com isso, também enviamos nossos estagiários do curso de veterinária que atestaram a adaptação dos animais e assim, possibilitou aumento de renda dessas pessoas”, falou Romulo, lembrando também da parceria firmada com a EMBRAPA de Três Lagoas.

Uma das ideias centrais da parceria, faz com que a Administração, a custos mínimos, tenha a disposição estudantes de áreas específicas para auxiliar no atendimento à população.

“Temos vários cursos que podem prestar apoio à prefeitura de Castilho; temos cursos como enfermagem, por exemplo, que podem melhorar a qualidade de atendimento, além de proporcionar vivências aos nossos alunos”, disse a professora Luziane Albuquerque.

SOCIAL

Com os representantes da instituição, o prefeito Paulo Boaventura e o vice, Marcos Visual, entraram em um acordo de que, é necessário realizar um estudo de necessidades e aptidões na zona rural de Castilho.

“A ideia, claro, não é impor nada ao assentado, ao produtor rural, e sim, saber aonde é que eles se destacam e ampliar o conhecimento e as condições de desenvolvimento”, destacaram os representantes da AEMS.

Aliás, o Social foi algo destaco pelo prefeito Paulo Boaventura, que lembrou a importância dessas famílias para o município, enfatizando questões econômicas que resultam da produção.

“Não podemos simplesmente ignorar o fato de que a cidade tem muito potencial nessa área, então, vamos fazer algo que auxilie essas famílias em todas as suas necessidades, realizando estudos e projetos”, disse o Chefe do Executivo.

Ao fim da reunião, ficou acordado que a Administração aguardará projetos que viabilizem a parceria com a instituição.

Assessoria de Comunicação

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar