Ocorrências policiais

SAP confirma fuga de quase 2 mil presos no Estado: Em Mirandópolis PM evitou as fugas

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciaria) confirmou na tarde desta terça-feira (17), que 1.375 presos do regime semiaberto fugiram durante rebeliões ocorridas nos CPPs (Centros de Progressão Penitenciária) de Mongaguá, Tremembé e Porto Feliz na segunda-feira (16).

Os motins ocorreram no início da noite, quando também houve rebelião na ala do regime semiaberto da penitenciária 1 de Mirandópolis, onde de acordo com a secretaria, não houve fuga.

A maioria dos presos fugiu em Porto Feliz, totalizando 594 fugas; em Mongaguá foram 563; e em Tremembé outras 218.

Saída temporária

As fugas ocorreram após as saídas temporárias previstas para começar nesta terça-feira terem sido suspensas para prevenir a propagação da contaminação pelo novo coronavírus nos presídios.

O benefício contemplaria mais de 34 mil sentenciados do regime semiaberto e deverá ser reagendado.

De acordo com a SAP, em todos os presídios que houve rebelião a situação foi controlada pelo GIR (Grupo de Intervenção Rápida).

Capturados

Até às 15h desta terça-feira, 586 dos 1.375 foragidos haviam sido recapturados pela Polícia Militar, com apoio de agentes de segurança penitenciária. Portanto, restam 789 para sendo procurados.

Dos presos recapturados, 197 são de Mongaguá, 108 de Tremembé e 281 de Porto Feliz. (As informações são do Hojemais Araçatuba).

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar