Regional

Participantes do Programa de Gerenciamento de Casos Crônicos têm palestra com Geriatra

Beneficiários puderam esclarecer dúvidas sobre como a atuação do geriatra pode ajudar em sua saúde

Na última quarta-feira, 19, os beneficiários da Unimed Andradina que fazem parte do Programa de Gerenciamento de Casos Crônicos, do Viver Bem, participaram de uma roda de conversa sobre a importância do Geriatra para os cuidados com a saúde. O encontro teve como convidada a Dra. Liara Surpilli.

Um dos pontos discutidos foi sobre quando deve ser realizada uma consulta com geriatra e o motivo de procurar um. “A verdade é que não existe uma regra para isso, já que a especialidade trata do envelhecimento humano. Então, se você se preocupa com isso e quer ter uma vida saudável, tudo bem consultar um geriatra aos 40 ou 50 anos, por exemplo. Mas levando em conta a idade em que uma pessoa é considerada idosa no Brasil, o ideal é que seja a partir dos 60 anos”, disse a médica.

O geriatra tem como missão proporcionar uma vida saudável para o paciente, principalmente em idades mais avançadas. “A gente tem que oferecer cuidados de bem-estar e dignidade para o paciente. Os outros especialistas tendem a ter um olhar focado em suas patologias e esquecem que os remédios receitados podem causar interações com outros e isso traz vários problemas, como aumento no risco de queda e sangramento. Por isso, o geriatra vai organizar e atuar como um ‘maestro”, finalizou Liara.

A partir do mês de março o grupo Gerenciamento de Doenças Crônicas estará com vagas abertas para novos beneficiários da Unimed Andradina. Para fazer parte precisa ter acima de 45 anos e diagnóstico de Diabetes Mellitus e/ou Hipertensão Arterial Sistêmica. Os interessados podem entrar em contato com o Viver Bem pelos telefones: (18) 3702 4000 ramal 4040/4031 ou (18) 98141 0405.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar