Cliques do Paparazzi

CASTILHENSE DESEMPREGADO LUTA PELO SEU CORAÇÃO FALHO: Ele vende doces no semáforo de Três Lagoas

Manter um coração falho batendo, sabendo das responsabilidades ao constituir uma família, não é nada fácil e muitos desistiriam, porém, a história de vida do castilhense Hélio Carlos Antônio Bonfim, 22 anos, segue em busca de viver a cada dia. Mesmo que há um certo tempo sem emprego, (tendo habilitação na categoria D e curso de produtos perigosos), ele resolveu buscar uma nova saída, a alternativa foi a venda de doces e balas no semáforo de Três Lagoas (MS).

A reportagem do Paparazzi News junto ao Hojemais apurou que o ponto de suas vendas é no cruzamento da Avenida Eloy Chaves e Olyntho Mancine, afirma o colaborador Edgar Corrêa Filho, do Grupo Agita Comunicações.

Ele conta que o que chamou a sua atenção foi um cartaz impresso com os dizeres “ajude a salvar meu coração”, ao ser questionado da frase forte e marcante o jovem respondeu; “arrumar um emprego está difícil, tenho um problema cardíaco (insuficiência mitral), tenho CNH na categoria D, deixei diversos currículos e não obtive sucesso”.

Enquanto não encontra um trabalho que arque com as suas despesas ele permanecerá firme enfrentando os dias quentes e o bullyng de alguns que zombam e proferem palavrões que agridem a sua moral. “Na maioria são pessoas que conversam com respeito, m entristeço mais sigo aqui com minhas vendas,só paro quando um emprego surgir”, concluiu.

Causas da insuficiência mitral

A insuficiência mitral pode acontecer devido à doença coronariana, doenças reumáticas, endocardite infecciosa, doenças relacionadas com o colágeno, como a Síndrome de Marítima, por exemplo, e como efeito colateral de medicamentos, como a Fenfluramina ou Ergotamina, por exemplo.

Além disso, a insuficiência pode acontecer como resultado da própria válvula mitral devido ao envelhecimento, ser um problema de nascença ou acontecer após um infarto, pois a válvula mitral pode ficar afetada, sendo que também há um maior risco de se desenvolver insuficiência mitral se houver histórico da doença na família.

Como é o tratamento

O tratamento para a Insuficiência Mitral varia de acordo com a gravidade da doença, no entanto o cardiologista normalmente indica o uso de medicamentos diuréticos, betabloqueadores ou inibidores da enzima conversora de angiotensina. Em casos mais graves, é recomendada a realização de cirurgia cardíaca para correção ou substituição da válvula mitral, que é conhecida por
Valvuloplastia.

Tipos de Insuficiência Mitral

A insuficiência mitral pode ser classificada em vários tipos de acordo com a gravidade dos sintomas e causa em:

1. Insuficiência mitral leve, mínima ou discreta, que não produz sintomas, não é grave e nem necessita de tratamento, sendo identificada apenas durante exame de rotina quando o médico escuta um som diferente ao realizar a ausculta do coração;

2. Insuficiência mitral moderada, que causa sintomas inespecíficos e que não são graves, como o cansaço, por exemplo, não sendo necessário tratamento imediato. Nesses casos, o médico apenas ouve o coração do paciente e prescreve exames, como a ecocardiografia ou raio X de tórax para observar a válvula mitral e verificar se a insuficiência mitral piorou;

3. Insuficiência mitral severa, em que há falta de ar, tosse e inchaço dos pés e tornozelos, sendo normalmente recomendado pelo médico o uso de remédios ou realização de cirurgia para correção ou substituição da válvula dependendo da idade do paciente;

4. Insuficiência mitral aguda, que normalmente acontece devido à ruptura do músculo cardíaco devido a um infarto agudo do miocárdio ou de endocardite infecciosa, por exemplo. Nesse caso pode ser recomendada realização de cirurgia para reparar ou substituir a válvula;

5. Insuficiência mitral crônica, que geralmente acontece com consequência de doenças reumáticas, prolapso de válvula mitral, calcificação da própria válvula mitral ou deficiência congênita da válvula. Esse tipo de insuficiência é progressiva e deve ser tratada com remédios ou cirurgia.
De acordo com o tipo de insuficiência o cardiologista consegue definir o melhor tipo de tratamento e, assim, evitar complicações e melhorar a qualidade de vida da pessoa.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar