Ocorrências policiais

NEGOCIAÇÃO DE 5H: Polícia prende beneficiário da saidinha acusado de matar sitiante em Pereira Barreto

Criminoso foi preso dentro do sítio da vítima, em Pereira Barreto (SP). Policiais negociaram por cerca de 5 horas até invadir casa pelo telhado e prender o homem. Corpo da vítima, de 73 anos, foi encontrado por tratorista em matagal.

Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar na noite de terça-feira (22), em Pereira Barreto, exigiu negociação de cinco horas para prender um detento beneficiado pela saída temporária do Dia das Crianças que estava foragido da Justiça, Everaldo Lima de Oliveira, 48 anos.

Ele é acusado de matar o sitiante Valdir Rodrigues da Silva, 73, anos, encontrado amarrado por uma corda no pescoço após ser arrastado por 1 km em seu próprio carro pela estrada onde foi desovado e localizado por um tratorista.

O Paparazzi News apurou que a ocorrência foi na estrada da Bela Floresta, onde às 16h o delegado Rafael Lourenço Sangaleto estava apurando o crime de homicídio. A vítima Valdir apresentava múltiplos ferimentos de arma branca e barras de ferro.

idoso Valmir Rodrigues de Souza

Quando os agentes se aproximaram da sede nas imediações onde havia ocorrido o crime, o acusado se trancou no imóvel. A PM foi acionada e tomou conhecimento que Everaldo poderia estar armado. O coordenador operacional do 28 BPMI de Andradina, major Fabio Akira, foi para o local, onde passou a gerenciar a ação. Considerando a distância, a fim de garantir um socorro rápido, foi enviada uma viatura de resgate do Corpo de Bombeiros.

Com o acusado perturbado, foi iniciado diálogo que perdurou por cinco horas de muita conversa buscando a confiança do criminoso. Em certo momento, diante do alto nível de estresse e alteração repentina do comportamento (agressividade) do acusado, o contato foi interrompido.

INTERVENÇÃO

Duas equipes de Força Tática, com os policiais militares integrantes de Castilho, sargento Alexander Ribeiro e Anderson Estigarribia, baseado na relutância do indivíduo em se entregar, somado agitação de seu comportamento, indicativos claros que não haveria rendição pacífica e por não ter a certeza se existiria outra vítima no local, foi encerrada a opção de negociação.

O coordenador Akira então determinou a invasão do local, utilizando armas não letais de intervenção tática. O acusado, que usava uma foice, foi atingido por disparos de bala de borracha, que o desarmou e acabou detido.
Everaldo usava uma foice e foi atingido por disparos de bala de borracha.

Objetos apreendidos com o agressor que matou o idoso Valmir Rodrigues de Souza

HOMICÍDIO

Everaldo Oliveira confessou o crime, disse que já cometeu um outro crime pelo qual estava cumprindo pena de mais de 20 anos e não voltou à penitenciária de Valparaíso desde o dia 14/10. A ocorrência foi enviada para a delegacia onde ele permaneceu preso à disposição da Justiça.

O corpo de Valmir foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e deve ser liberado à família ainda pela manhã. Ainda não há informações sobre velório.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar