Regional

Otávio assina convênio que libera 935 mil para complexo que reunirá serviços sociais

Assessoria

O prefeito Otávio Gomes (DEM) assinou na tarde desta quinta-feira (8), em São Paulo, convênio com o Governo do Estado de São Paulo, que libera R$ 935 mil para a construção de um complexo, que reunirá grande parte dos serviços sociais oferecidos em Ilha Solteira.

O chamado “Complexo da Assistência Social” será construído em um dos galpões da antiga SERVITEC, que fica na Avenida Atlântica, próximo ao bairro Jardim Novo Horizonte. Nele, além da sede da Assistência Social, hoje instalada em prédio localizado na Praça da Emancipação, seriam concentrados, o CRAS, o CREAS, o Cadastro Único e diversos conselhos municipais (Assistência Social, Criança e Adolescente, Idoso, Pessoa com Deficiência, Antidrogas e Comunidade Negra).

“Vamos reformar o prédio e reunir vários serviços sociais em um único local. Mais do que facilitar o atendimento à população, já que boa parte da rede acolhedora estará concentrada em um único local e não mais em vários prédios espalhados pela cidade. Além disso, ao concentrarmos os serviços nesse complexo, também estaremos economizando. É uma visão que temos e que queremos levar para várias áreas”, disse o prefeito Otávio Gomes.

As obras serão financiadas pelo Governo do Estado de São Paulo, através do Fundo Estadual de Defesa dos Direitos Difusos, órgão da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, que selecionou a proposta da Prefeitura de Ilha Soleira. Serão investidos os R$ 935 mil liberados nesta quinta, mais uma contrapartida que será feita pelo Governo Municipal. “O projeto, feito pelo nosso setor de engenharia, já está pronto. Agora, vamos enviar um projeto à Câmara pedindo autorização para suplementarmos essa verba liberada e, sem seguida, abrir a licitação. O nosso objetivo é que a obra comece o quanto antes”, explicou o prefeito.

A cerimônia de assinatura do convênio contou com a participação do vice-governador Rodrigo Garcia, do secretário de Justiça e Cidadania Paulo Dimas, do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, do deputado estadual Carlão Pignatari e da deputada Maria Lúcia Amary.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar