Cliques do PaparazziVídeos

A saga de um pernambucano de 79 anos até Castilho

Pernambucano de nascimento, castilhense de coração. É assim que se define José Alves Medeiros, o popular Pernambuco, que completa 79 anos de idade neste dia 15 de novembro, feriado nacional da Proclamação da República.

Com sua antiga e surrada bicicleta cargueira, ele percorre toda a cidade diariamente no comércio de leite in natura e queijos produzidos a partir das suas três dezenas de cabeças de gado que cria nas beiras das estradas de terra e com ajuda de alguns pequenos proprietários rurais, amigos de longa data, que cedem suas terras para pastagem e vacinação dos animais.

Pernambuco nasceu no Sítio Bezerros, município de Flores, Estado de Pernambuco, razão, por motivo óbvio, do seu apelido. Ainda jovem, aos 19 anos, deixando para trás alguns cabritos e plantações de milho e algodão, começou sua saga em busca de uma vida melhor em terras bandeirantes. Primeiramente, desceu em Bilac, vizinha a Birigui e Araçatuba. Ali ficou cinco meses, na colheita de café.

Mas o destino de Pernambuco seria outro. Após Bilac, teve passagens por roças de algodão em Três Lagoas-MS e Nova Independência. Depois, um breve retorno a Pernambuco, em meados dos anos 60. Mas a terra que o “cabra arretado” queria abraçar estava a exatos 3.620 quilômetros de sua região natal. Era Castilho sua morada definitiva. Ele lembra, com memória invejável, o dia em que aqui aportou: 10 de fevereiro de 1967. São quase 52 anos em Castilho. Fixou residência para manter sua família no Paraíso do Pescador. Há 41 anos mora na rua Couto Magalhães.

Foto: Paparazzi News.

Com a alegria e disposição típicas do povo nordestino, Pernambuco iniciou sua vida em Castilho na lide em fazendas de Nagib Zhar, José Zar e Francisco Sampaio de Souza, o ex-prefeito Tito Sampaio, já falecido. Também trabalhou um período na prefeitura, em serviços braçais, nos anos 80. Conversador, ele adora falar de política e suas preferências na hora de votar. Não vê a hora de chegar 2020, eleição municipal. É um apaixonado pela vida. E nesta vida, Pernambuco teve 9 filhos: 5 com a primeira mulher, Irene (falecida), e 4 com a atual, Lúcia. Do primeiro casamento, dois estão vivos, Helena e Francisco. Com Lúcia, teve Márcia, Larisse, Adileuza e Josiane. E a família cresceu. Hoje são 9 netos e 4 bisnetos. A grande maioria, castilhenses natos. Sem contar os 3 irmãos dele que aqui moram também.

Apesar da idade que vai avançando, Pernambuco não perde a força. Às vezes, embora raramente, ainda pega o ônibus e rasga as longas rodovias e os milhares de quilômetros até a cidade de Carnaíba-PE, onde ficou uma parte da família. Uma vez ele foi de avião. “Lá somos uns mil (parentes)”, conta Pernambuco. Carnaíba é vizinha a Flores. Mas, nestes 79 anos na longa estrada da vida, Pernambuco quer mesmo é comemorar deixando uma mensagem aos castilhenses. “Eu não tenho queixa de ninguém aqui em Castilho. Tenho paixão por esta cidade, respeito toda a população.”

A saga de um pernanbucano de 79 anos em Castilho

Posted by SITE PAPARAZZI NEWS on Thursday, November 15, 2018

Fonte
Paparazzi News
Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar